às 20:01:09

Divulgação - Abertas as inscrições para o IV Fórum das Leishmanioses de Palmas

Divulgação - Abertas as inscrições para o IV Fórum das Leishmanioses de Palmas

Os interessados em participar como ouvintes ou em inscrever trabalhos científicos para o IV Fórum das Leishmanioses, que acontecerá em 18 de outubro, na Capital, já podem fazer suas inscrições a partir desta terça, 04 de setembro até o dia 08 de outubro, exclusivamente por este link que traz ainda todas as orientações e normas gerais para o envio dos trabalhos. O Fórum acontecerá no auditório principal do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra).

O Fórum, organizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), por meio da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVCZ), e é voltado para estudantes e profissionais de saúde. “O nosso objetivo é promover conhecimento técnico-científico e o intercâmbio de experiências entre os pesquisadores, técnicos, agentes, órgãos, instituições, acadêmicos e população com o intuito de refletir e discutir sobre as causas e consequências das leishmanioses, bem como buscar soluções e mitigações desses agravos”, ressalta a gerente da UVCZ, Betânia Costa, informando que a estimativa de participantes é de 300 pessoas.

A Leishmaniose deve ser o tema central dos trabalhos que serão pertinentes às seguintes áreas: Reservatório - Animais Silvestres, Bem Estar Animal, Parasitologia, Fisiopatologia, Saúde Pública e Zoonose, Diagnóstico, Neonatologia/Geriatria, Vigilância e Controle; Vetor - Manejo ambiental, Vigilância e Controle, Entomologia; Saúde Pública - Saúde Coletiva, Determinantes Sociais de Saúde, Gestão em Saúde, Zoonose; Educação em Saúde - Experiências Exitosas, Zoonose, Controle Social, Autocuidado.

Confira a programação do Fórum

Dia 18 de outubro - quinta-feira

Manhã

  • 8 horas - Abertura e credenciamento
  • 9 horas - Situação epidemiológica das leishmanioses no Tocantins com MSc. Julio Gomes Bigeli da Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins
  • 9h45 - Intervalo
  • 10 horas - Palestra abordando o “Cenário das Leishmanioses no município de Palmas”
  • 10h45 - Educação em saúde voltada à prevenção e controle da Leishmaniose Visceral: relato da experiência do município de Araguaína - TO, com Ketren Carvalho Gomes do CCZ Araguaína
  • 11h30 - Discussão - Mesa redonda

Tarde

  • 14 horas - Avaliação do impacto da utilização de coleiras impregnadas com deltametrina a 4% no controle da leishmaniose visceral: relato da experiência do município de Gurupi (TO) com Francisco Vieira da Costa - CCZ de Gurupi
  • 14h45 - Situação atual e perspectivas para os programas de vigilância e controle das leishmanioses no Brasil com a MSc. Marcia Leite de Sousa Gomes da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e também colaboradora da Organização Panamericana da Saúde
  •  15h45 - Intervalo - Momento para Mostra de Banner
  •  16h15 - 8 Toques para a Leishmaniose: Metodologia ativa para capacitação de profissionais médicos e enfermeiros  com o MSc. Julio Gomes Bigeli da Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins
  •  16h30 - Discussão - Mesa redonda
  •  17h45 - Encerramento

 Edição e postagem (Inez Freitas) 

Fonte: Site Prefeitura de Palmas


Fonte: