às 12:05:00

IV edição do Encontro Tocantinense das Escolas Médicas

IV edição do Encontro Tocantinense das Escolas Médicas

Aconteceu, nos dias 19 e 20 de novembro, no ITPAC Palmas, a IV edição do Encontro Tocantinense das Escolas Médicas – ETEM, um evento organizado de modo colaborativo por uma equipe de coordenadores de múltiplas instituições de Ensino que buscam a integração e o diálogo construtivo.

Nesta IV edição, o ETEM trouxe como tema, Medicina e Inovação: a tecnologia como aliada à saúde, e ainda, contou com palestras, mais de 30 minicursos, mais de 200 apresentações de trabalhos científicos.

Por se tratar de um evento organizado por acadêmicos e com foco nos acadêmicos, não faltou animação, descontração, interação e muito networking, que são também objetivos deste evento.

Para Guilherme Godinho, o idealizador do evento e um dos organizadores desta edição, o evento vem para somar na educação médica do estudante de medicina. “Hoje reconhecemos que é o maior evento da região norte do país. Hoje o evento conta com uma organização unida, o presidente Arthur Manno, que é da UFT, e Emanuela Rossoni, do ITPAC Palmas, mostram que a união entre os estudantes é essencial e que, com o incentivo das instituições de ensino, nós conseguimos realizar um evento único, afinal, o ETEM é "feito por estudantes para estudantes".

E para o ITPAC Palmas, apoiar eventos como este é além de tudo, gratificante, pois vemos que estamos capacitando nossos alunos para transformarem seus sonhos em experiências extraordinárias.

Sobre o ETEM

O Encontro Tocantinense das Escolas Médicas – ETEM, nasceu em 2018, a partir da iniciativa dos acadêmicos de medicina, de diferentes Instituições de Ensino Superior do Estado do Tocantins, e desde então tem ganhado destaque no cenário nacional.

Muito além de currículo, o objetivo do evento é promover a ciência e o ensino, a fim de revolucionar a história da medicina tocantinense de forma bastante marcante e positiva, levando o melhor e mais atual da área médica, não apenas para os congressistas tocantinenses, mas também para os de outros estados.


Fonte: