às 13:43:00

Teste de Progresso (ABEM-CO) 2021/2

Teste de Progresso (ABEM-CO) 2021/2

A coordenação do curso de Medicina do ITPAC Palmas, convoca todos os acadêmicos do 2º ao 9º período do curso para realizar a inscrição no Teste de Progresso (ABEM-CO).  

As inscrições deverão ser realizadas até o dia 15 de setembro de 2021 através do link: https://tpi-co.msh.eti.br/front/login 

Caso tenham dificuldades para recuperar e/ou cadastrar sua senha, você deverá clicar no botão vermelho “senha” para recuperação/criação via CPF. (A recuperação ou criação da nova senha será encaminhada para o e-mail cadastrado junto no sistema do ITPAC Palmas).  

Caso não receba a recuperação da senha, ou a nova senha, você deverá dirigir-se à coordenação da instituição e procurar Ângela ou a Karina para que confiram ou ajustem seu e-mail no cadastro do ITPAC Palmas para permitir seu acesso.  

Atenção: Todos os acadêmicos do segundo ao nono período do curso de medicina do ITPAC Palmas devem se inscrever e realizar o Teste de Progresso (ABAM-CO) 

DATA DA APLICAÇÃO: 

O Teste de Progresso tem aplicação prevista pela ABEM para as escolas privadas participantes (inclusive o ITPAC Palmas) no dia 27 de outubro de 2021, no período da tarde (Confira aqui a agenda do Teste de Progresso – Edição 2021). Todos os acadêmicos (do segundo ao nono período do Curso de Medicina do ITPAC Palmas) estarão liberados nesta data para a realização do Teste de Progresso).   

Lembramos que o Teste de Progresso faz parte da composição do conceito do semestre do Internato 4.0 do ITPAC-Palmas.  

 

QUEM DEVE REALIZAR 

O Teste destina-se a todos os estudantes matriculados entre o segundo até o último período dos cursos de medicina oferecidos pelas escolas participantes.   

O Teste de Progresso avalia o desempenho cognitivo dos estudantes durante o curso e indiretamente o próprio curso. É um mesmo teste aplicado para todos os alunos do curso, com periodicidade anual, com testes diferentes a cada aplicação, cobrindo todo o conteúdo inclusive ciências básicas aplicadas e o nível de complexidade tem como foco alunos do final do curso.  

Por questões estatísticas, os alunos ingressantes do primeiro período estão dispensados do teste.  

 

QUAIS AS VANTAGENS PARA O ESTUDANTE?  

  1. Oportunidade de acompanhar a sua evolução ao longo do curso e comparar o seu desempenho com os demais alunos 
  2. Oportunidade de acompanhar a sua evolução ao longo do curso e comparar o seu desempenho com os demais alunos 

3. Previne o estudo dirigido à prova   

  1. Reduz o stress “pré-provas”  
  2. Processo contínuo de avaliação  
  3. Sistema de avaliação integrado entre várias disciplinas  
  4. Maior importância ao progresso que à nota casual  
  5. Enfatiza o conhecimento considerado essencial  
  6. Fonte de informação para “feedback” ao estudante 

 

QUAIS AS VANTAGENS PARA O CURSO?  

  1. Através do feedback, permite a análise da relação entre conteúdo e estrutura curricular da graduação e o desenvolvimento dos estudantes 
  2. Possibilita implementar ações para a melhoria contínua do estudante e do curso 
  3. Diagnóstico, prognóstico, correções e intervenções educacionais 
  4. Oportunidade de Desenvolvimento Docente 
  5. Rico processo de troca entre as escolas 

 

SOBRE O TESTE DE PROGRESSO 

O Teste de Progresso da ABEM tem contribuído para os processos de avaliações institucionais e dos discentes que o realizam ao longo dos últimos anos e já é realizado por mais de 100 escolas, o que contabiliza, mais de 30% das escolas médicas do país, reunidas em 12 consórcios regionais. E o ITPAC Palmas faz parte da Regional Centro Oeste.  

QUAL A METODOLOGIA DO TESTE DE PROGRESSO 

No Teste de Progresso (da mesma forma que no Teste de Proficiência), a Teoria de Resposta ao Item (TRI) é utilizada em substituição da Teoria Clássica dos Testes (TCT). Na TRI, o conceito chave é a “coerência pedagógica”. A Teoria de Resposta ao item (TRI) tem como base três parâmetros e, dessa forma, qualifica o participante:  

  1. Grau de dificuldade;  
  1. Possibilidade de acerto ao acaso (chute);  
  1. Poder de discriminação, que é a capacidade de um item distinguir os estudantes que têm a proficiência requisitada daqueles quem não a têm.  

Ou seja, esse método estatístico consegue diminuir as chances de que o candidato tenha uma boa nota a partir de chutes, uma vez que identifica incoerências e, assim, atribui notas mais justas.  

Quais as dicas para levar em conta na sua rotina de estudos e no dia da prova, para uma avaliação que inclui a teoria de resposta ao item:  

  1. Foque as questões mais fáceis para você.  
  1. “Chute com coerência”.  
  1. Revise suas respostas  
  1. Nunca deixe uma resposta em branco  

Cronograma

 


Fonte: